sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Bell Marques promete surpresas e um DVD inesquecível

Foto: Fabio Cunha

Bell Marques reuniu a imprensa na noite desta quinta-feira, 12, em Salvador, na Bahia, para contar detalhes da gravação de seu primeiro DVD na carreira solo. A gravação em um show ao vivo acontecerá na virada do dia 31 de dezembro para o dia 1º de janeiro no réveillon do hotel Marina Park em Fortaleza, no Ceará. Durante a apresentação, Bell, que deixou a banda Chiclete com Banana há um ano e meio, irá apresentar 16 canções, sendo 14 inéditas e duas regravações do primeiro disco lançado no Carnaval 2014, são elas 'Vumbora Vumbora' e 'Amor Bacana'. Entre as inéditas, sete são cancões autorais, seis composta em parceria com os filhos a exemplo de 'Eu Quero' e 'Quando a Saudade apertar', e uma com Clori Roger antigo parceiro. As outras músicas são de compositores baianos, um orgulho para ele.
A intenção, disse ele, é se desvincular completamente da banda da qual esteve à frente durante 33 anos. “Não vou cantar nada do Chiclete. Tive um orgulho imenso de ter sido dessa banda, mas não quero deixar nenhum rastro do passado. Durante esse tempo que me desliguei, fiquei preparando os novos músicos que tocam agora comigo e eles estão na minha mão, estamos sintonizado”, contou Bell.
Durante a gravação do DVD no réveillon de Fortaleza, onde ele se apresenta há 16 anos, será montando um super palco de 40 metros de extensão de frente, animado com efeitos pirotécnicos. Nele, Bell Marques terá as participações especiais do amigo Wesley Safadão e dos filhos, Rafa e Pipo Marques, que formam a banda Oito7Nove4. “Estou ensaiando dia e noite, sem parar. Bloqueei a agenda de shows de novembro para me dedicar à apresentação no réveillon. Quero fazer bonito e será emocionante”, disse ele.


Foto: Fabio Cunha


Preparação física


E pela preparação física de Bell Marques, o fôlego não vai deixar o artista na mão. Diariamente o baiano de 63 anos corre dez quilômetros na orla de Salvador e segue uma alimentação leve e equilibrada. “Não passo um dia sem correr. Como peixe grelhado de manhã e de noite e não dispenso o meu vinho”.
Quanto o figurino que usará, nada de altas produções. Bell disse preferir vestir uma camisa de malha velhinha. Sua única preocupação é com o modelo de seu indispensável lenço na cabeça. "Desse não abro mão! Na verdade, minha roupa é escolhida em função do lenço. Minha mulher (Ana Marques) fica desesperada com a minha coleção que fica espalhada pela casa...".



Fonte: Ego.globo.com e Correio24horas.com.br (Blog do Marrom)

Curta a Sou Camaleão no Facebook, clicando aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário